Autor desconhecido

151 - 175 do total de 514 pensamentos de Autor desconhecido

"Você sacou a minha esquizofrenia e maneirou na condução, toda vez que eu errava você dizia pra eu me soltar porque você me conduzia, mesmo sem jeito eu fui topando essa parada e no final achei tranquilo, só sei dançar com você, isso é o que o amor faz."

Autor desconhecido
Inserida por taisatoller

''... onde as ideias vão além do óbvio.''

Autor desconhecido
Inserida por taisatoller

Nunca espere nada de uma pessoa,você só vai se decepcionar.Fique feliz,você já fez sua parte em querer o bem dela.

Autor desconhecido
Inserida por thinker01

''Ventania por um destino onde nós não nos encontraremos nunca mais. Sonhos que se perderam no tempo e um destino interrompido por falhas irreparáveis de um adeus anunciado em papéis coloridos e outdoors. Não, não, não!!''

Autor desconhecido
Inserida por taisatoller

Quem faz justiça nem sempre ama, mas quem ama sempre faz justiça.

Autor desconhecido
Inserida por junior9996

''Aquele momento que tu levanta muito rápido da cama, tua vista escurece, tu fica tonto e pensa, será que chegou minha hora de partir dessa pra melhor??''

Autor desconhecido
Inserida por taisatoller

''Mesmo a gente sendo forte o bastante, sempre haverá uma fraqueza que nos faça chorar.''

Autor desconhecido
Inserida por taisatoller

''Sou do tipo que sente um monte de coisas e não conta pra ninguém.''

Autor desconhecido

Não abusa de minha bondade para não provar minha maldade

Autor desconhecido
Inserida por Patriciaangel

Confie naqueles que buscam a verdade, mas duvide daqueles que dizem que a encontrara.

Autor desconhecido
Inserida por Patriciaangel

"Qualquer plano, por mais cuidadosamente trabalhado e pensado que for, será aquele que vai desmoronar pela mais estúpida razão."

Autor desconhecido

''Certas coisas fazem tanta falta.''

Autor desconhecido
Inserida por taisatoller

''Não dá pra ser forte o tempo todo.''

Autor desconhecido
Inserida por taisatoller

O Ser adorador tem que revelar o cárater do Ser adorado.

Autor desconhecido
Inserida por felipeguilherme

Desculpa por não ser suficiente; por fazer tudo errado, por tão idiota como eu sou. Eu sou assim, toda errada, toda cheia de defeitos. Me desculpa por todas as vezes que não pude estar do seu lado, que não te ajudei quando você precisou, me desculpe por errar tanto assim com você; com nós. Eu tento de todas as formas ser a pessoa que você tanto sonhou, a que mais te faz sorrir, que está do seu lado sempre, mas também dói em mim não ser assim. Porque dói ter esse vazio aqui, sem ter você pra preencher, sem ter nada, sem sentido, sem vontade de viver. Olhar pra trás e ver o que éramos, e o que podíamos ser por minha culpa; por ser tão idiota e conseguir acabar com tudo. Com que a gente era um pro outro, com o que significávamos, porque realmente o que eu mais quero é você. Sabe, é difícil passar por cima desse meu orgulho, abaixar a cabeça e mostrar o verdadeiro lado que tá doendo por sua falta. E metade dele é ciúmes, junto com medo de te perder e o peso na consciência de não ser “desse jeito”. De não poder te abraçar toda noite e dizer o que eu sinto de verdade, de não poder te beijar, de não poder te tocar. Desculpa amor… por te amar tanto e depender tanto de ti, desculpa esse meu jeito idiota de ser, de garota mimada e boba. Mas saiba antes de tudo que eu não desisti, que pode ter um novo começo; um novo “nós”. Me permite ser só tua, sua princesa, ser o motivo do teu sorriso. Me permite, entrar na sua vida e nunca mais sair? Eu te amo .

Autor desconhecido
Inserida por taisatoller
1 compartilhamento

A JANELA

Dois homens, ambos gravemente doentes, estavam no mesmo quarto de hospital.
Um deles podia sentar-se na sua cama durante uma hora, todas as tardes, para que os fluidos circulassem nos seus pulmões. A sua cama estava junto da única janela do quarto.
O outro homem tinha sua cama logo ao lado, porém, distante da janela, e era necessário que ficasse sempre deitado de costas, sem ter visão para a janela. E os dois conversavam horas a fio.
Falavam das suas mulheres e famílias, das suas casas, dos seus empregos, onde tinham passado férias... E todas as tardes, quando o homem da cama perto da janela se sentava, ele passava o tempo a descrever ao seu companheiro de quarto, todas as coisas que ele conseguia ver do lado de fora da janela.
O homem da cama ao lado começou a viver à espera desses períodos de uma hora, em que o seu mundo era alargado e animado por toda a atividade e cor do mundo do lado de fora da janela.
A janela dava para um parque com um lindo lago. Patos e cisnes chapinhavam na água enquanto as crianças brincavam com os seus barquinhos. Jovens namorados caminhavam de braços dados por entre as flores de todas as cores do arco-íris. Árvores antigas e enormes acariciavam a paisagem, e tênue vista da silhueta da cidade podia ser vista no horizonte.
Enquanto o homem, da cama perto da janela, descrevia isto com tudo com extraordinário pormenor, o homem, no outro lado do quarto, fechava os seus olhos e imaginava a pitoresca cena.
Um dia o homem, da cama perto da janela, descreveu um desfile que ia passar. Embora o outro homem não conseguisse ouvir a banda, ele conseguia vê-la e ouvi-la na sua mente, enquanto o outro senhor retratava através de palavras bastante descritivas.
Dias e semanas passaram. Uma manhã, a enfermeira chegou ao quarto trazendo água para os seus banhos, e encontrou o corpo sem vida do homem perto da janela, que tinha falecido calmamente enquanto dormia. Ela ficou muito triste e chamou os funcionários do hospital para que levassem o corpo.
Logo que lhe pareceu apropriado, o outro homem perguntou se podia colocado na cama perto da janela. A enfermeira disse logo que sim e fez a troca. Depois de se certificar de que o homem estava bem instalado, a enfermeira deixou o quarto.
Lentamente, e cheio de dores, o homem ergueu-se apoiado no cotovelo, para contemplar o mundo lá fora. Fez um grande esforço e letamente olhou para o lado de fora da janela... Que dava, afinal, para uma parede de tijolos!
O homem perguntou à enfermeira o que teria feito com que o seu falecido companheiro de quarto, lhe tivesse descrito coisas tão maravilhosas do lado de fora da janela. A enfermeira respondeu que o homem era cego e nem se quer conseguia ver a parede. “A talvez ele quisesse apenas lhe dar coragem...”, finalizou ela.

********************************************************************************************************************

Moral da história: Há uma felicidade tremenda em fazer os outros felizes, apesar dos nossos próprios problemas. A dor partilhada é metade da tristeza, mas a felicidade, quando partilhada, é dobrada.

Autor desconhecido
Inserida por EstefaneFerreira
1 compartilhamento

SOBRE ENVELHECER E PERMANECER JOVEM

Você sabia que a única época da nossa vida em que gostamos de ficar velhos é quando somos crianças? Pois é! Veja bem:

*Se Você tem menos de 10 anos, Você está tão excitado sobre envelhecer que pensa em frações para envelhecer...
Alguém pergunta: "Quantos anos Você tem?" e você responde: "Tenho quatro e meio!", ou seja, você nunca terá, por exemplo, trinta e seis e meio.
Você tem quatro e meio, indo para cinco!
Este é o lance!**

*Quando Você chega à adolescência, ninguém mais o segura. Você pula para um número próximo, ou mesmo alguns à frente. E quando alguém pergunta: '"Qual é sua idade?" você responde: "Eu vou fazer 16!".
Você pode ter 13, mas ainda vai, num futuro "bem próximo", fazer 16!
Tá ligado né?**

*E aí chega o maior dia da sua vida! Você completa 21 ! Até as palavras soam como uma cerimônia: "VOCÊ ESTÁ FAZENDO 21 . Uhuuuuuuu!!!"

*Mas então você "se torna" 30. Ooooh, que aconteceu agora? Isso faz você soar como leite estragado! Ele "se tornou azedo" e tivemos que jogá-lo fora.
Não tem mais graça agora, você é apenas um bolo azedo. O que está errado? O que mudou?

*Você COMPLETA 21, Você 'SE TORNA' 30, aí você está 'EMPURRANDO' 40.
Xiiiii! Melhor pisar no freio, tudo está derrapando!!

*Antes que se dê conta, Você CHEGA aos 50 e seus sonhos se foram.
Mas, espere! Você ALCANÇA os 60. Você nem achava que poderia!
E fica assim. . . Você 'COMPLETA' 21, você 'SE TORNA' 30, 'EMPURRA' os 40, 'CHEGA' aos 50 e 'ALCANÇA' os 60.

*Você pegou tanto embalo que 'BATE' nos 70! Depois disso, a coisa é na base do dia-a-dia mesmo!

*Você 'entra no' seus 80 e cada dia é um ciclo completo; você 'bate' no lanche , a tarde 'se torna' 4:30; você 'alcança' o horário de ir para a cama . E não termina aqui!

*Entrado nos 90 , você começa a dar marcha ré: "Eu 'TINHA'exatos 92".
Aí acontece uma coisa estranha . Se Você passa dos 100, Você se torna criança pequena e outra vez vem a fração: "Eu tenho 100 e meio!"

Desejo, sinceramente, que você chegue a um saudável 100 e meio!! Kkkk...
** Agora veja as DICAS DE COMO PERMANECER JOVEM:

1. Livre-se de todos os números não-essenciais. Isto inclui idade, peso e altura . Deixe o médico se preocupar com eles!

2. Mantenha apenas os amigos alegres . Pois os ranzinzas e os que só reclamam da vida , só deprimem .

3. Continue aprendendo. Aprenda mais sobre computador , ofícios , jardinagem •... Seja o que for até radio-amadorismo . Nunca deixe o cérebro inativo. "Uma mente inativa é a oficina do Diabo " e, medicamente falando, uma das famílias do Diabo é ALZHEIMER.
Portanto, trabalhe, estude !

4. Aprecie as coisas simples da vida . Ria sempre, alto e em bom som, se quiser! Ria até perder o fôlego .
Lágrimas também fazem parte , infelizmente. Então suporte, queixe-se e vá adiante. Lembre-se que as únicas pessoas que estão conosco a vida inteira é Deus e nós mesmos.
Mostre estar VIVO enquanto estiver realmente vivo!

5. Cerque-se daquilo que ama, seja família , animais de estimação , coleções , música , plantas , hobbies , seja o que for. Seu lar é seu refúgio .
Cuide da sua saúde : Se estiver boa, preserve-a. Se estiver instável, melhore-a. Se estiver além do que Você possa fazer, peça ajuda .

Autor desconhecido
Inserida por EstefaneFerreira
1 compartilhamento

A VAQUINHA

Um mestre da sabedoria passeava por uma floresta com seu fiel discípulo, quando avistou ao longe um sítio de aparência pobre e resolveu fazer uma breve visita... Durante o percurso ele falou ao aprendiz sobre a importância das visitas e as oportunidades de aprendizado que temos, também com as pessoas que mal conhecemos.

Chegando ao sitio, constatou a pobreza do lugar: sem calçamento, casa de madeira, os moradores, um casal e três filhos, vestidos com roupas rasgadas e sujas... Então se aproximou do senhor, aparentemente o pai daquela família, e perguntou: "Neste lugar não há sinais de pontos de comércio e de trabalho. Como o senhor e a sua família sobrevivem aqui?" E o senhor calmamente respondeu: "Meu amigo, nós temos uma vaquinha que nos dá vários litros de leite todos os dias. Uma parte desse produto nós vendemos ou trocamos na cidade vizinha por outros gêneros alimentícios e a outra parte nós produzimos queijo e coalhada para o nosso consumo e assim vamos sobrevivendo."

O sábio agradeceu pela informação, contemplou o lugar por uns momentos, depois se despediu e foi embora. No meio do caminho, voltou ao seu fiel discípulo e ordenou: "Aprendiz, pegue a vaquinha, leve-a ao precipício ali à frente e empurre-a, jogue-a lá embaixo." O jovem arregalou o olho espantado e questionou o mestre sobre o fato de a vaquinha ser o único meio de sobrevivência daquela família, mas, como percebeu o silêncio absoluto do seu mestre, foi cumprir a ordem. Assim, empurrou a vaquinha morro abaixo e a viu morrer.

Aquela cena ficou marcada na memória daquele jovem durante alguns anos, até que, um belo dia, ele resolveu largar tudo o que havia aprendido e voltar àquele mesmo lugar e contar tudo àquela família, pedir perdão e ajudá-los. E assim o fez. Quando se aproximava do local, avistou um sítio muito bonito, com árvores floridas, todo murado, com carro na garagem e algumas crianças brincando no jardim. Ficou triste e desesperado, imaginando que aquela humilde família tivera que vender o sítio para sobreviver. Apertou o passo e, chegando lá, foi logo recebido por um caseiro muito simpático e perguntou sobre a família que ali morava há uns quatro anos. O caseiro respondeu: "Continuam morando aqui." Espantado, o discípulo entrou correndo na casa e viu que era mesmo a família que visitara antes com o mestre. Elogiou o local e perguntou ao senhor (o dono da vaquinha): "Como o senhor melhorou este sítio e está tão bem de vida?" E o senhor, entusiasmado, respondeu: "Nós tínhamos uma vaquinha que caiu no precipício e morreu. Daí em diante nós tivemos que fazer outras coisas e desenvolver habilidades que nem sabíamos que podíamos, assim alcançamos o sucesso que seus olhos deslumbram agora!"

********************************************************************************************************************

Moral da história: Cada pessoa é dotada de capacidades e habilidades, porém elas não serão desenvolvidas e reconhecidas, se não as praticarmos. Se cremos que somos incapazes, que não temos habilidades para superar, capacidade para transpor as dificuldades, isso nos controlará e nunca nos descobriremos.

Autor desconhecido
Inserida por EstefaneFerreira
1 compartilhamento

''Tô de coração apertado e olhos lacrimejando. Cada dia que passa, o mundo lá fora me assusta, tenta me devorar e eu sempre quero voltar pra onde eu me sinta segura.''

Autor desconhecido
Inserida por taisatoller

Diga o que se passa em sua mente, e eu coleciono suas respostas. Vamos brincar? E só vale a verdade. Nada além disso.

Autor desconhecido
Inserida por taisatoller

"Só é aquele que
Só esta
Só"

Autor desconhecido
Inserida por Leticia-Camargo

"Como ando só
Poeira no deserto
Dentro de todo o Universo
Sou vácuo
Passando sensações em linhas
E tentando sustentar-me nelas
Pudera eu apenas falar
Usar quem me cativa como minha folha
E nunca mais precisar escrever"

Autor desconhecido
Inserida por Leticia-Camargo

Quero tornar-me tudo
E ser arte
Quero tornar-me arte
E ser tudo

Autor desconhecido
Inserida por Leticia-Camargo

"Escrever-lhe-ia um poema se o pudesse
Ler as entrelinhas apenas para ti
Poder amar-te sem ponto final
Garantir seu cheiro em meu ambiente
Sentir o roçar da pele como uma sinfonia
Como teclas do piano
A mais doce harmonia ao coração
Transbordando felicidade e mel
Tornando-se preto e turvo
Agora afogando meu ser sem salvação
Permitindo gritar-lhe uma morte silenciosa
Um adeus pelo vento
Que chega intocado
Como a mais bela harmonia ao coração"

Autor desconhecido
Inserida por Leticia-Camargo

"Agora no auge da queda
Me faça odiá-lo com força
Faça-me querer vê-lo longe
Sendo gentil e calmo
Que me leva ao abismo da incerteza
Agora no final do pulo
Me faça poder permiti-lo
Querer vê-lo perto
Astuto e sagaz
Levando-me a loucura do amar"

Autor desconhecido
Inserida por Leticia-Camargo