Biografia de Antoine de Saint-Exupéry

Antoine de Saint-Exupéry

Antoine de Saint-Exupéry (1900-1944) foi um escritor, ilustrador e piloto francês. Ficou conhecido pela autoria do livro “O Pequeno Príncipe”, um clássico da literatura, publicado em 1943. Foi piloto na Segunda Guerra Mundial.

Antoine de Saint-Exupéry nasceu em Lyon, França, no dia 29 de junho de 1900, filho do conde Jean Saint-Exupéry e da condessa Marie Fascolombre. Foi aluno do colégio dos Maristas em Friburgo, na Suíça. Em 1921, iniciou o serviço militar no Regimento de Aviação de Estrasburgo. Em 1922 recebeu o brevê de piloto, com o posto de subtenente da reserva. Em 1926, é admitido na Aéropostale, onde começa sua carreira como piloto de linha, voando entre Toulouse, Casablanca e Dacar.

Antoine de Saint-Exupéry escreveu algumas obras, caracterizadas por elementos de aviação e guerra, entre elas, “O Aviador” (1926), “Voo Noturno” (1931) e “Piloto de Guerra” (1942), além de artigos para jornais e revistas, entre eles, a Guerra Civil Espanhola e a ocupação alemã da França. “O Pequeno Príncipe” (1943) foi publicado nos Estados Unidos, na época em que esteve exilado.

Antoine de Saint-Exupéry faleceu em um acidente de avião durante uma missão de reconhecimento, no dia 31 de julho de 1944. Seu corpo nunca foi encontrado. Em 2004, os destroços do avião que pilotava foram achados a poucos quilômetros da costa de Marselha, na França.

Livros

L'Aviateur (O aviador) - 1926.

Courrier sud (Correio do Sul) - 1929.

Vol de nuit (Voo Noturno) - 1931.

Terre des hommes (Terra dos Homens) - 1939.

Pilote de guerre (Piloto de Guerra) - 1942.

Le Petit Prince (O Pequeno Príncipe) - 1943.

Lettre à un otage - 1943/1944.

Acervo: 264 frases e pensamentos de Antoine de Saint-Exupéry.

Frases e Pensamentos de Antoine de Saint-Exupéry

O verdadeiro amor nunca se desgasta. Quanto mais se dá mais se tem.

Antoine de Saint-Exupéry
18 mil compartilhamentos

Amar não é olhar um para o outro, é olhar juntos na mesma direção.

Antoine de Saint-Exupéry
7.8 mil compartilhamentos

Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos.

Antoine de Saint-Exupéry
6.4 mil compartilhamentos

Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.

Antoine de Saint-Exupéry
7.6 mil compartilhamentos

Não confundas o amor com o delírio da posse, que acarreta os piores sofrimentos. Porque, contrariamente à opinião comum, o amor não faz sofrer. O instinto de propriedade, que é o contrário do amor, esse é que faz sofrer. (...) Eu sei assim reconhecer aquele que ama verdadeiramente: é que ele não pode ser prejudicado. O amor verdadeiro começa lá onde não se espera mais nada em troca.

Antoine de Saint-Exupéry
1.4 mil compartilhamentos