Biografia de Ana Carolina

Ana Carolina

Ana Carolina nasceu em Juiz de Fora, em Minas Gerais, no dia 9 de setembro de 1974. Começou sua carreira com 18 anos se apresentando nos bares de sua cidade. Em 1999 lançou seu primeiro álbum “Ana Carolina” que projetou a cantora no cenário nacional com a música “Garganta”. Em 2001 lançou, com composições suas, o álbum “Ana Rita Joana Iracema e Carolina” com referência a nomes de músicas criadas por Chico Buarque.

Em 2003 gravou o terceiro álbum “Estampado”, que lançou a música “Encostar Na Tua”. Ainda em 2003, junto com Seu Jorge, lançou o álbum “Ana & Jorge”, que foi premiado com disco de platina. Com sucessivos álbuns lançados, a cantora conquistou quatro vezes o prêmio Multishow, três vezes o Troféu Imprensa e o Prêmio Tim da Música, entre outros. Seus mais recentes trabalhos são os álbuns “#AC” (2013) e “#AC Ao Vivo” (2015).

Acervo: 143 frases e pensamentos de Ana Carolina.

Frases e Pensamentos de Ana Carolina

Diga o que você pensa com esperança.
Pense no que você faz com fé.
Faça o que você deve fazer com amor!

Ana Carolina
9.9 mil compartilhamentos

Juro que se eu pudesse voltaria no tempo só pra descobrir, de novo, como é gostar de você

Ana Carolina
534 compartilhamentos

Os verdadeiros amigos são como as estrelas no céu. Eles são mais claros nos tempos de escuridão.

Ana Carolina
4.7 mil compartilhamentos

O meu amor conhece cada gesto seu
Palavras que o seu olhar só diz pro meu
Se pra você a guerra está perdida
Olha que eu mudo os meus sonhos,
Pra ficar na sua vida.

Ana Carolina
1.6 mil compartilhamentos

Desculpa

Te olho nos olhos e você reclama...
Que te olho muito profundamente.

Desculpa,
Tudo que vivi foi muito

profundamente...
Eu te ensinei quem sou...
E você foi me tirando...
Os espaços entre os abraços,
Guarda-me apenas uma fresta.

Eu que sempre fui livre,
Não importava o que os outros dissessem.

Até onde posso ir para te resgatar?

Reclama de mim, como se houvesse possibilidade...
De me inventar de novo.

Desculpa...
Desculpa se te olho profundamente,

rente à pele...
A ponto de ver seus ancestrais...
Nos seus traços.

A ponto de ver a estrada...
Onde ficam seus passos.

Eu não vou separar minhas vitórias
Dos meus fracassos!

Eu não vou renunciar a mim;

Nenhuma parte, nenhum pedaço do meu ser
Vibrante, errante, sujo, livre, quente.

Eu quero estar viva e permanecer
Te olhando profundamente.

Ana Carolina
210 compartilhamentos