Affonso Manta

Encontrados 6 pensamentos de Affonso Manta

RETORNO

O seio da mãe que simboliza o mar.
Carlos Anísio Melhor: "Elegia a Hart Crane"

Nasceram-me gaivotas nos sentidos
E, todo iridescente, fui ao mar
Buscar a vida e o sonho milenar,
Que jazem sob as águas esquecidos.

A luz da madrugada singular
Banhava os areais adormecidos.
E os ventos eram cães enlouquecidos
Uivando nos rochedos ao luar.

Eu me elevei ao mais alto rochedo
E, sem medir efeitos e sem medo,
Gritei uma palavra ritual.

O mar abriu-se, então, de lado a lado.
E eu mergulhei no abismo sossegado.
Como quem volta ao seu país natal.

Affonso Manta
Inserida por IrineuMagalhaes

CAIS

para Gato

Eu vou amanhecer no cais da aurora,
Com as minhas longas roupas de fumaça,
Para encontrar meu coração que chora
Por todos os caminhos onde passa.

Eu vou encher de vinho minha taça
E bebê-la na mais propícia hora
Até que o meu espírito se faça
Risonho e colorido como a flora.

Na popa de um saveiro luminoso,
Vou conhecer o cenário formoso
Das ilhas do Recôncavo singelo.

E, quando na tardinha eu regressar,
Verei o pôr-do-sol cair no mar
De cima do fortim de São Marcelo.

Affonso Manta
Inserida por IrineuMagalhaes

O APRENDIZ

Sou pobre realmente.
Tenho apenas algumas folhas de papel na alma
E uma vontade — digamos, mansa —
De hipnotizar borboletas.
Oue coisa sei da vida?
Pouca coisa sei da vida.
O bastante para não correr.

Affonso Manta
Inserida por IrineuMagalhaes

Quando esta noite passar
Com sua carga de treva,
Com seu espesso veludo
Que te incomoda e te enerva,

A ti que estás todo preso
Numa sinistra gaiola,
Comendo o alpiste do dono
Do mundo que te viola;

Quando passar esta noite
Com seus frios caracóis
De angústia e desesperança,
Praga dos que vivem sós,

Quando esta noite passar,
Faz teu canto na manhã,
Que todo dia traz luz,
E não é vã, não é vã...

Affonso Manta
Inserida por IrineuMagalhaes

O REI DOS LÍRIOS

O rei dos lírios quer me ver feliz
E que eu desfrute de um prazer sem fim.
Ele me deu cem mil maravedis
E comprou um castelo para mim.

O rei dos lírios quer me nomear
Embaixador no reino do Sião
Para que eu possa lá me consolar
Do tédio que corrói meu coração.

O rei dos lírios disse que vou ser
Um nobre em sua corte sideral,
Com direito a fazer e acontecer.
Livre de tudo que me cause mal.

E vai me dar, em bom jacarandá,
Uma cama onde eu possa dormir bem
E esquecer esta angústia que em mim há.
E por todos os séculos. Amém.

Affonso Manta
Inserida por IrineuMagalhaes

ESSA MULHER

Essa mulher que paira docemente
Nos meus sonhos de amor tão erradios;
Essa deusa de lindos amavios,
Que me seduz o coração e a mente;

Essa ninfa dos prados e dos rios,
De rosto angelical e olhar ardente;
Essa do brilho místico e inocente
Estrela d'alva nos meus céus vazios;

Essa que me fez cartas delicadas,
Com frases meigas, como as namoradas,
E com doce emoção, como as amantes;

Essa mulher é como se uma aurora
Me iluminasse pela vida afora
E me sorrisse todos os instantes.

Affonso Manta