Adélia Prado

51 - 75 do total de 103 pensamentos de Adélia Prado

O amor me fere é debaixo do braço, de um vão entre as costelas, atinge o meu coração é por esta via inclinada

Adélia Prado
20 compartilhamentos

Faça-se a dura vontade do que habita meu peito: Vem, Jonathan, traz flores pra minha mãe e um par de algemas pra mim.

Adélia Prado
26 compartilhamentos

.Meu coração vai desdobrando os panos, se alargando aquecido, dando a volta ao mundo, estalando os dedos pra pessoa e bicho.

Adélia Prado
15 compartilhamentos

O amor usa o correio, o correio trapaceia, a carta não chega, o amor fica sem saber se é ou não é.

Adélia Prado
36 compartilhamentos

Quanto a mim, dou graças pelo que agora sei e, mais que perdôo, eu amo.

Adélia Prado
54 compartilhamentos

Tudo manha, truque, engenho: é descuidar, o amor te pega, te come, te molha todo. Mas água o amor não é.

Adélia Prado
22 compartilhamentos

Eu ponho o amor no pilão com cinza e grão de roxo e soco. Macero ele, faço dele cataplasma e ponho sobre a ferida.

Adélia Prado
94 compartilhamentos

Estremecerei de susto até dormir, e no entanto é tudo tão pequeno. Para o desejo do meu coração, o mar é uma gota.

Adélia Prado
112 compartilhamentos

É verdade, experimento o ruim e acho que o mundo desabou.

Adélia Prado
3 compartilhamentos

Divago, quando o que quero é só dizer te amo.

Adélia Prado
51 compartilhamentos

De vez em quando Deus me tira a poesia. Olho pedra, vejo pedra mesmo.

Adélia Prado
195 compartilhamentos

Minha mãe achava estudo a coisa mais fina do mundo.
Não é. A coisa mais fina do mundo é o sentimento.

Adélia Prado
134 compartilhamentos

Uma ocasião,
meu pai pintou a casa toda
de alaranjado brilhante.
Por muito tempo moramos numa casa,
como ele mesmo dizia,
constantemente amanhecendo.

Adélia Prado
398 compartilhamentos

Um corpo quer outro corpo.
Uma alma quer outra alma e seu corpo.

Adélia Prado
15 compartilhamentos

"Sofro por causa do meu espírito de colecionador-arqueólogo. Quero pôr o bonito numa caixa com chave para abrir de vez em quando e olhar."

Adélia Prado
16 compartilhamentos

A mim que desde a infância venho vindo,
como se o meu destino,
fosse o exato destino de uma estrela,
apelam incríveis coisas:
pintar as unhas, descobrir a nuca,
piscar os olhos, beber.
Tomo o nome de Deus num vão.
Descobri que a seu tempo
vão me chorar e esquecer.
Vinte anos mais vinte é o que tenho,
mulher ocidental que se fosse homem,
amaria chamar-se Fliud Jonathan.
Neste exato momento do dia vinte de julho,
de mil novecentos e setenta e seis,
o céu é bruma, está frio, estou feia,
acabo de receber um beijo pelo correio.
Quarenta anos: não quero faca nem queijo.
Quero a fome.

Adélia Prado
39 compartilhamentos

Amor pra mim é ser capaz de permitir que aquele que eu amo exista como tal, como ele mesmo. Isso é o mais pleno amor. Dar a liberdade dele existir ao meu lado do jeito que ele é.

Adélia Prado
2.5 mil compartilhamentos

Quem carrega o mar nos seus limites tem carinho com o mar.

Adélia Prado
2 compartilhamentos

Era raiva não. Era marca de dor.

Adélia Prado
141 compartilhamentos

Fui dormir umas vezes tão feliz, que, se
soubesse minha força, levitava.
Em outras, tanta foi a tristeza que fiz versos

Adélia Prado
110 compartilhamentos

Há sempre uma razão, embora não haja nenhuma explicação.

Adélia Prado
116 compartilhamentos

Para o desejo do meu coração, o mar é uma gota

Adélia Prado
39 compartilhamentos

"Desejo a máquina do tempo
para que não haja o havido
e eu recomece misericordiosamente."

Do livro "Os Componentes da banda"

Adélia Prado
26 compartilhamentos

Então eu virei pra ela e falei assim: ah, nada, boba, também é assim, se der, bem, se não der, amém, toca pra frente.

Adélia Prado
52 compartilhamentos

Dor não tem nada a ver com amargura.
Acho que tudo que acontece é feito pra gente aprender cada vez mais.
É pra ensinar a gente a viver.

Adélia Prado
167 compartilhamentos