A. ALMEIDA

Encontrados 3 pensamentos de A. ALMEIDA

Ultimas palavras...
Durante toda a tarde esperei por ela, o tempo não passava e no final aconteceu como eu previa. Tudo deu errado, esperei em vão... foi esta a tarde mais longa de minha existência, tentei dormi mas as lagrimas molhavam meu rosto e impediam que meus olhos ficassem fechados tempo o bastante para conseguir dormir, na verdade esse era um sono do qual não queria acordar... acredito que seria melhor assim, melhor para mim, melhor para ela que eu tanto amo e que de certa forma sofre por não poder corresponder esse amor. Busco forças onde não tenho para acabar com tudo isso... Mais minha covardia me impede. Como agora admiro os bravos e corajosos que decidem e tem a iniciativa nobre de por fim em seus tormentos pra sempre. Sempre achei covardia tirar a própria vida e hoje chego à conclusão de que fracos e covardes são aqueles que não conseguem por fim em algo que não faz mais sentido.
Talvez esse devesse ser minha despedida... não sei, mas se eu fosse nobre o bastante não estaria aqui agora perdendo meu tempo escrevendo essas coisas que fazem mesmos sentido que minha vida. COMO QUERIA PODER DIZER ADEUS MUNDO!!!

A. ALMEIDA
2 compartilhamentos

Alguns (falsos) amigos são como dentes podres, bem agarrados mas que nos impedem de sorrir.

A. ALMEIDA
16 compartilhamentos

Maio

Olha, amor,
Já é Maio,
Da Primavera em festa,
embriagada de aromas.

Manhãs frescas
De orvalhos límpidos,
Cintilantes,
Tardes mornas,
doces, de promessas
aconchegantes.

Já floriram as laranjeiras
E os goivos lilás
perfumam o cantinho do jardim.

Olha, amor,
Já é Maio,
Da Primavera das flores,
Das sinfonias de chilreios,
Do amor de ramo em ramo,
dos ninhos aveludados
das flores nos caminhos,
como que à espera
de procissões.

Olha, amor,
Já é Maio
e não tardam os beijos de amoras,
lábios de cerejas,
abraços de jasmim
e êxtases de rosas, enfim.

A. ALMEIDA
Inserida por aalmeidah