Abrir Mão

Cerca de 881 frases e pensamentos: Abrir Mão

Sinceramente, abro mão. Vou atrás de um outro jeito de viver a minha vida, já que em qualquer situação diferente estarei lucrando.
Bom é isso, se agora isso ainda me causa alguma tristeza, tudo bem. Não se expurga um câncer sem matar células inocentes.

Desistir dos sonhos é abrir mão da felicidade, porque quem não persegue seus objetivos está condenado a fracassar 100% das vezes...

Augusto Cury "Nunca Desista de Seus Sonhos", Pergaminho, 2009

Tomara que, apesar dos pesares, a gente continue tendo valentia suficiente para não abrir mão de se sentir feliz.

Abrir mão não quer dizer que eu não queira.

E então... Já fui certa, já fui doce, já fui educada, já tentei agradar a todos, já abri mão de inúmeras coisas e inclusive oportunidades para agradar uns e outros, já obedeci o que me diziam, já aceitei os ” conselhos ” de muitas pessoas. Sempre priorizando o outro, o próximo e eu em segundo plano. Pra quê ? Pra nunca satisfazer todos, pra sempre receber mais e mais criticas. Então, eu vi as pessoas mudando. Mudando os hábitos, o estilo e até mesmo os ” melhores amigos ” , mudando o seu jeito de ser com certas pessoas sempre pensando em auto beneficio. E hoje eu percebo, que tudo mudo. Eu não sou exceção disso, poucos gostaram. Mas hoje, já não me importo com o que essas pessoas a quem sempre me "doei" pensam ou deixem de pensar a meu respeito, por que? Porque hoje eu me coloco em primeiro plano, faço as coisas por mim e para meu companheiro de todas as horas, boas e ruins, porque eu aprendi a me amar e aceitar como sou, com meus acertos e erros, com minhas manias, com meus defeitos. E assim vou seguindo, pois meu dia a dia é uma escola, tenho Deus em meu coração, fé, um lar, MEU LAR. E um homem incrível que me surpreende todos os dias. Nem tudo é rosas, sempre haverá espinhos em meio delas, mas a vida é assim mesmo, afinal quem disse que seria fácil né!

Com o tempo, você analisa que abrir mão de algo muito importante, só se faz quando se tem um motivo maior que esse algo: seja um propósito, uma crença, um valor íntimo, uma obstinação qualquer que te oriente para essa escolha que já se sabia tão dolorosa. É um sacrifício voluntário por algo mais pleno, mais grandioso em Beleza. E, nestas análises, você descobre outras perdas que são positivas: perde-se também a ansiedade, a insegurança e a ilusão. E você aprende a recomeçar agradecendo por vitórias tão pequenininhas… Como quando é noite e antes de dormir você se enche de gratidão: ‘Deus, obrigada, porque é noite e eu tenho o sono… Que venha um sonho novo, então’.

Nem sempre o amor ganha. Às vezes você terá que abrir mão dele pra continuar. Às vezes é o outro quem irá embora. Não por egoísmo ou intuição, mas por força. É preciso força para abandonar coisas, roupas que não servem mais, pessoas que a gente ama muito. É com muita força também que você segue em frente. E encontra outros motivos para viver. Porque força e coragem dependem de você.

Prefiro abrir mão de "um amor" para vê-la feliz que lutar e vê-la sofrer confusa sem saber o que fazer.

Abrir mão de alguma coisa preciosa, não significa perder. Você passa pra frente algo que vale a pena

‎"Com o tempo, a gente se acostuma a abrir mão de algumas coisas em favor de outras. Até aprende a conviver com a possibilidade de ter feito a escolha errada. Afinal, a dúvida é o preço da pureza."

Hoje tu abre mão das tuas amizades. Amanhã da tua liberdade, e depois, vai abrir mão da tua vida. É o único destino de quem se deixa escravizar pela vontade dos outros.

Abrir mão do que amamos, do que queremos, do que esperamos e do que planejamos é como abrir mão de um pedaço que faz parte das nossas vidas. Mas acredite! A vida é isso. Coisas boas, vem e vão, e o destino do Homem é saber administrar tudo isso de forma sábia e com coragem. Pois, para tudo existe um porque e para todo porque uma dúvida que nunca acaba.

Pra você experimentar a paz que excede o entendimento, você precisa abrir mão do direito de entender.

Abrir mão de nossas emoções por medo de que o custo seja muito alto significa nos afastarmos da única coisa que dá sentido e significado à vida.

Há pessoas para as quais compensa pedir desculpas, abrir mão de uma vontade, dar o braço a torcer e fazê-lo menos orgulhoso e mais paciente do que o faria com a maioria... Lembre-se que pessoas especiais não são perfeitas, assim como nós, estão aprendendo e se desenvolvendo com a diversidade dos momentos e às pressões a que são submetidas. Há pessoas como você que vale a pena lutar.

Na vida, temos que abrir mão de coisas importantes pra nós, se quisermos conseguir outras melhores... coisas que, se pararmos e prestarmos mais atenção, são relevantes. Depois de tal abdicação, percebemos que foi bom, foi o melhor, foi o certo!

As coisas vão mudando. Mudam coisas em você, muda a sua vida, você muda... embora a essência seja sempre a mesma.

Um obstáculo se torna minúsculo não porque o problema é pequeno e sim, porque você cresceu, amadureceu, está sabendo jogar de verdade nesse jogo chamado vida.

Em alguns momentos você pode se sentir sozinho, mas a verdade é que você nunca esteve e nunca estará, porque Deus vai sempre te ajudar e te fortalecer.

Às vezes precisamos abrir mão de muitas coisas que julgávamos importantes e indispensáveis para alcançarmos coisas maiores e melhores.
Depois perceberemos que não foi um sacrifício o que fizemos. Mas evitamos de nos sacrificarmos por algo ou alguém que não merecia.

Maturidade é a capacidade de abrir mão de boas oportunidades para ir atrás de oportunidades ainda melhores.

É uma coisa maluca quando a vida coloca caminhos totalmente distintos diante de você. Independente de qual você escolha trilhar, sempre há algo a perder e sempre há algo a ganhar.
E você se pergunta: Afinal, o que vale mais? De qual parte eu posso abrir mão?
Não tenho tanta certeza... Mas sei que não suportaria me perder de mim mesma, não importa em qual caminho.

Se qualquer mulher sentir que precisa de qualquer coisa além de si para legitimar e validar sua existência, ela já estará abrindo mão de seu poder de se autodefinir, de seu protagonismo.

bell hooks O feminismo é para todo mundo: Políticas arrebatadoras. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos, 2018.