Frases de Amor de Fabrício Carpinejar

Cerca de 55 frases de Amor de Fabrício Carpinejar

Uma relação nem sempre termina porque não é feliz. Às vezes termina para preservar a felicidade da memória.

- Desejo passar o resto da minha vida com você.
- Não, uma vida com você nunca será resto.

Quando estamos sozinhos, somos pela metade.
Quando somos dois, somos um.
Quando deixamos de ser um dos dois, não somos nem a metade que começamos a história.

A vida com erros de ortografia
tem mais sentido.
Ninguém ama com bons modos.

Prefiro um amor lento no início para ensaiar a velhice do que um amor rápido para treinar sua morte.

Porque amor é justamente isso, é ficar inseguro, é ter aquele medo de perder a pessoa todo dia, é ter medo de se perder todo dia. É você se ver mergulhado, enredado, em algo que você não tem mais controle.

Nossa alegria não significa que estamos amando. Pode significar que podemos amar.

Passamos a amar quando telefonamos para ficar em silêncio.

"Como eu amo quem se importa em amar, apesar de tudo. Apesar de tudo."

Amar é avisar que não quer se envolver e depois cobrar cada minuto da separação.

Amar é incomodar, saudade é reclamar. Quem procura ser bom demais acaba se anulando.

Ninguém consegue amar simplesmente porque o outro seria o melhor para gente. Amor não se convence.

O amor é tão arrogante que não aceita virar amizade.

Para o amor, um banco de praça já basta.
Ou ficar na frente de um portão.
Ou uma xícara de café.
Amor mesmo é um filme de baixo orçamento.

Amor é uma injustiça, minha filha.
Uma monstruosidade.
Você mentirá várias vezes que nunca amará ele de novo e sempre amará, absolutamente porque não tem nenhum controle sobre o amor.

O amor é uma loucura necessária.

“Amar é uma confissão. Amar é justamente quando um sussurro funciona melhor que um grito. Amar é não ter vergonha de nossas dúvidas, é falar uma bobagem e ainda se sentir importante. É lavar louça e nunca estar sozinho. É arrumar a cama e nunca estar sozinho.

Amar é uma opção, não uma maldição. Não está condenado a amar alguém. Tem a liberdade de escolher quem lhe faz bem.

Temos a ilusória sensação de que estamos certos. Mas o certo é nunca usar o poder ou a superioridade para impor uma perspectiva. Só ganha no amor quem não quer ganhar.

Ou eu perco o amor ou me perco nele.