Ary Paranhos: À flor, pede-se que se abra para ser...

À flor, pede-se que se abra para ser beijada pelo colibri. Beija-me, meu querido amante... que de loucura morrerei por ti!... Frase de Ary Paranhos.

À flor, pede-se que se abra para ser beijada pelo colibri. Beija-me, meu querido amante... que de loucura morrerei por ti!

1 compartilhamento
Inserida por jussaraGP