Luiza Rocha: Talvez seja cedo demais para eu te...

Talvez seja cedo demais para eu te escrever um texto, mas só quero que você saiba como é bom te olhar, te admirar assim de pertinho, porque até então só tinha lhe visto pelo facebook. Meu Deus, como você é ainda mais lindo de perto, e ficaria tão bem do meu lado. Mas eu preciso me conter, porque talvez você nem saiba quem eu sou, eu estava tão diferente naquela foto. E por isso deixei o silencio tomar as rédeas da situação.
A verdade é que o silencio era meu escudo para evitar uma aproximação, mas o sentimento veio antes que eu quisesse lhe evitar. E no momento que você sorriu, meu medo foi aprisionado. E você estava ali, sozinho, parado na minha frente. Minha vontade era correr pra te abraçar e pedir que não me soltasse nunca mais. E me passou pela cabeça o quanto eu, você, o seu telescópio e o céu poderíamos ser absurdamente felizes juntos.
E quando eu vou ver, já estou pensando demais e escrevendo um texto pra você, como fiz com todos os outros que passaram pela minha vida. Mas eu queria que dessa vez desse certo, já cansei do prólogo e queria que você não fizesse parte dele, porque queria termina-lo e partir para o primeiro capitulo. Você não imagina, não tem ideia de o quanto tenho pensado em você. Talvez você nem venha a ler isso, mas eu queria deixar em palavras o quanto gosto de você. Não é amor, é só um gostar de uma pessoa diferente e que consegue aprisionar meus medos. E caso você leia, um convite para o meu primeiro capitulo.

1 compartilhamento
Inserida por LuizahSR