Almany Falcão - Poeta do sol: O tempero do amor, não salga e nem...

O tempero do amor, não salga e nem adoça, ela simplesmente dá consistência nos momentos de avidez insaciável do paladar sentimental,
de quem por carências de afetos profundos tem fome!

1 compartilhamento
Inserida por almanysol