Mayara Chaves: O vento sopra estranhamente frio hoje E...

O vento sopra estranhamente frio hoje
E trás tudo que ela não quer lembrar
Ele esta inquieta hoje algo a incomoda
É a dor de volta ao seu lugar
E eles a estão olhando de um modo estranho
Eles estão em toda parte, seus olhos sombrios
A seguem onde quer que ela vá.
Eles a estão condenando, mais ela não quer falar.
E o vento, o vento trás tudo que ela deixou pra trás
Tudo que ela pensou que jamais reviveria
E foi assim por um tempo, silencioso mais turbulento
E agora o vento a apunhalou, o vento a enganou
Ela pensou que seria calmo e seguro
Pensou que o vento era bom e puro
E agora aquela dor não quer cessar.
Ela esta inquieta com a dor das facadas
O vento a esta matando aos poucos
Pequenas perfurações lentas e dolorosas
Doce loucura que trás tudo o que ela deixou pra trás
Todas aquelas lembranças
Aquela triste e sombria estrada, que a leva a lugar algum
Aquele rosto afastado bruscamente
Aquela dor estranha agora se fazendo presente.
O vento sopra estranhamente frio hoje
E trás tudo que ela não queria lembrar
Mais ela esta feliz hoje
A dor esta de volta ao seu lugar.

1 compartilhamento
Inserida por mayaracchavess