Grasiele Porfírio Gambalonga: Sem pudor, Inestimada fonte de caricias,...

Sem pudor,
Inestimada fonte de caricias,
Dedilhavam meu corpo pouco a pouco,
Seus lábios doces e aveludados acariciavam meu rosto, meu corpo, meu ser,
O brilho dos seus olhos, clareavam os meus, me faziam fantasiar o quão era maravilhoso os momentos com você,
Os traços do corpo que me acolhia em todas as noites frias e sozinhas,
Traços que prendiam minha imaginação,
Seus pés macios se aconchegaram em minhas pernas e em seu semblante só havia carinho e ternura,
Não havia mais mágoas ou angustias,
Apenas uma demasiada alegria infantilizada por uma noite de amor a dois,
Logo um clarão de luz tomou conta de seus olhos,
Embaraçados por uma longa noite de paixão e aconchego,
Seus olhos mais uma vez brilharam ao encontro dos meus,
O mar dos teus olhos azuis e viris tomaram conta do escurecido ar de meus olhos,
Sua boca ao encostar-se à minha nos tornou um só ser,
A harmonia entre dois corpos completamente perfeitos e feitos um para o outro.

1 compartilhamento
Inserida por grasipg