Crislane Barros Uchôa: O amanhã pode não existir Sei que tudo...

O amanhã pode não existir

Sei que tudo na vida tem um fim, só não sei dizer pra mim.

É como se a água do mar acabasse. Mas ela vai acabar!

Todas as noites ao olhar as estrelas, digo a mim mesmo que será pela ultima vez.

Todos os dias serão sempre os últimos dias. Nada pode parar o tempo. Nenhum dia é igual, por mais que você tente faze-lo igual, você não irá conseguir, pois não é todos os dias que teremos sentimentos verdadeiros sobre os momentos. Não é todos os momentos que temos emoções.]

Não vou me jogar ou me entregar ao mundo, jamais, vou apenas viver intensamente cada dia, hora, segundo, pra futuramente não ter arrependimento em minha mente, não sentir culpa por não ter feito nada.

Viverei cada momento bobo. Vou tentar conquistar meus sonhos. Eu quero viver, eu tenho o direito de viver!

Não vivo em busca de dinheiro, minha vida não gira em torno disso. Todo mundo precisa, mas não é por isso que vou deixar minhas coisas de lado, pra servir a esse supremo consumo.

Esse mal necessário que todos querem, que largam tudo pra servir a ele. Largam sua vida, largam tudo, e ainda dizem que são felizes. Cadê a felicidade nessa sua vida monótona que gira em torno desse consumismo viciante? Desculpe-me, mas a única coisa que vejo é a sua futura decepção, quando você descobrir que a vida, não é só sair caminhando por ai sem destino.

A pior morte que há é quando você está vivo, mas não faz nada por você, quando você não liga pra nada. Aí sim você pode usar o termo infelicidade.

1 compartilhamento
Inserida por crislaneuchoa