Beatriz Coelho de Negreiros Nascimento: Poema que eu fiz pro natal, Ao noel, Meu...

Poema que eu fiz pro natal,
Ao noel,
Meu formoso obrigado,
Por fazer-me ver como é bom sonhar,
Acordar com o encanto,
Sem nada planejar,
Pois toda madrugada de sua vinda marcada,
Uma surpresa me esperava,
E mais um sonho se realizava,
Nunca deixe de existir,
Mesmo que seja só imaginário,
Porque mesmo tão longe,
Estará sempre tão perto,
Até sua vinda novamente,
Ansiosos esperaremos,
Com imenso amor e espírito natalino,
De você nunca esqueceremos.

1 compartilhamento
Inserida por BeatrizCoelho