Vanessa Schappo: Tempo e suas mudanças Momento clichê,...

Tempo e suas mudanças

Momento clichê, retrospectiva de fim de ano. Muitos objetivos deixados de lado e novamente em pauta para alcançar no ano seguinte. Novo ano, nova fase, ideia de mudança e crescimento, como sempre. Essas coisas nunca mudam. Em compensação há coisas que mudam completamente. O que? O tempo. Menos controlável que sentimento, com o tempo não tem conversa ou negociação, impossível de controlar. Não tem pausa para pensar ou descansar, muito menos ctrl z. Sem sua autorização ou aviso prévio ele simplesmente se altera, simples assim.
Muito tempo distante apaga as mágoas, deixa as lembranças boas, abre caminho para o sol e a saudade. Uma brisa gelada com uma rajada de chuva leva aquela amizade tão próxima, para bem longe. Mas o meu predileto são as trovoadas de verão. o sol junto com a brisa gelada e a trovoada está pronta. Sol está radiante, sorriso no rosto, quando de repente, o céu fecha, a brisa gelada começa, então vem a chuva, a sensação parece não ter fim. O medo e angustia se aproximam, dormir sozinha vira uma tarefa difícil, já não pode sair na rua, em minutos a cidade está um caos.
Da mesma forma que começa, termina. A chuva para, a nuvem sai, o sol está ali novamente. Mas dessa vez um pouco diferente, pois deixa marcas. O clima molhado, as poças vão ser secadas pelo sol, já o mirante em cima do morro, mal estruturado, se transforma num barranco de lama, onde nada cresce. Fica um aprendizado. O mirante apesar de muito interessante ocultava outras paisagem, e agora os amigos mais distantes estão mais próximos que a anos atrás, parece até, nunca terem se afastado. As pequenas flores cultivadas a distancia agora formam o jardim mais bonito.
Com o tempo claro, mais seco tudo vai se ajeitando, a paisagem não é a mesma, mudou, bastante. Alguns buracos longe de serem resolvidos, enquanto pendente ficam entre barreiras e cadeados. A chave fica muito bem guardada, às vezes até de mais. Essa área restrita também é viva como a outra. Como já falei, com o tempo não tem conversa, mesmo a 7 chaves ela cresce, aparece e desaparece sem ser chamada.
Cuidado com o sol forte, com tanta atenção com a reconstrução das novas paisagens não se esqueça de se proteger. Protetor solar e inseticida. O sol mostra tanta coisa boa que você não sente o sol queimando, e aquela planta crescendo pode ser um pequeno matinho, um Pinus ou uma figueira. Ainda é muito pequena para descobrir. Quando o inverno chega, o sol não está mais tão forte e as flores não estão mais tão belas. O matinho não está tão pequeno, já pode reconhecer sua muda, assim saber como cultivar. Ou não.
Assim reflito sobre meu ano, com dias de chuva, sol, tempestade, tosas, arquitetura, paisagismo, nem sempre certo, muitas vezes errado. Agora só escrevo mais uma coisa. Quanto mais você entendeu do texto, mais chaves você possui, então cuidado, pois tudo em minha vida é posicionado com muito cuidado e dedicação. Decepção ajuda a crescer, eu sei. Vou crescer de qualquer forma, com chuva ou sol, a diferença é você estar presente ou não.

1 compartilhamento
Inserida por nessaschappo