Insamente Funcional.: Se recusa ser bonita, se recusa ser o...

Se recusa ser bonita, se recusa ser o que é por natureza... A natureza dela murchou, definhou aos gritos de que não era boa o suficiente. Inteligência para contar gatinhos e folhear revistas fúteis de uma cultura inútil e vulgás, a educação e o conhecimento lhe foi recusada pelos lacaios de alma sensacionalista e vulgar que gritam e esperneiam que a salvaram de um futuro miserável e incerto, mas que futuro seria esse com os lacaios? Um futuro onde a esperança lhe é privada 24 horas por dia, 365 dias por ano. Os lacaios de alma deformata... Egocêntricos, afundados na ignorância, afundados em arrependimentos e culpas de uma vida que não deu certo, procuram nela colocar a culpa, procuram empurrar suas frustrações e seus devaneios mentais naquela pobre criatura., que não pediu para nascer e mais do que tudo não pediu para ser salva. Ela olha pro céu procurando algum rastro do que algum dia foi azul e agora é preto, não encontra véstigios da tal esperança e põe-se a dormir, não querendo acordar... Pois quando acorda e os pesadelos cessam ela vê que seu pior pesadelo é a realidade que a cerca., os lacaios chutam sua porta, esmurram suas paredes na tentativa de não deixa-la dormir, de não deixa-la ter nem ao menos a paz platônica que encontra em seus pesadelos. Ela quer fugir, mas não pra outra cidade, outra casa, outros lacaios... Ela quer fugir da realidade, ela quer fugir do mundo, ela quer virar cinza e desaparecer., não de vista... Mas dela mesma. E foi quando eu perguntei a ela: Você quer um rivotril?

1 compartilhamento