Thayná Silveira: Hoje, mas extamente há 15 anos atrás,...

Hoje, mas extamente há 15 anos atrás, o mundo parou por um instante. O acontecimento mas aguardado de todos os tempos - ao menos por mim, que mesmo sem saber, já lhe amava - estava prestes a acontecer. O céu se calou, as estrelas se acenderam, os anjos pousaram os olhos em você; que estava ali, chegando ao mundo, com todos os seus minimos detalhes indispensáveis. Deus, ao seu lado, ao ouvir seu choro, baixinho porém estridente, derramou uma lágrima. Alegria, emoção, orgulho; por ter colocado no mundo não só mais uma pessoa. Mas a pessoa que faria a diferença, somente pela sua existência. E, como se não bastasse o maravilhoso ato de lhe criar, Deus lhe colocou em meu caminho. Ah, como eu o agradeço. Por ter feito minha vida ter um motivo, uma razão. Por me mostrar que é possível sim, amar alguém sem fronteiras, infinitamente. Mesmo depois de tantos anos, de tantos acontecimentos, fossem bons ou ruins... Ainda que tenha existido entre nós inúmeras brigas, inúmeros erros, inúmeras chateações... existe em mim um amor que passa por cima de tudo; um amor que só relembra momentos bons, divertidos, carinhosos e com amor. Que só relembra que a cada minuto, o que eu sinto por você se aumenta e se fortalece mais ainda. E esse amor, é o mesmo que me faz lembrar de como agora não posso lhe dizer o quão feliz estou por você estar comemorando mais um ano de vida. Por você crescer, por você se tornar cada vez mais homem, cada vez melhor. É ele que me faz sentir uma dor imensa, em lembrar que não posso abraçar-lhe e dizer-te o quanto o amo, o quanto quero ver-te feliz; não só dizer, porém demonstrar, todos os dias, estando ao seu lado, cuidando de você, sempre ali... Amparando-lhe, toda vez que venha a precisar. E não, não importa o quanto ou o que as pessoas venham a dizer; o que eu sinto por você é imutável, infindável, e nunca deixarei de senti-lo. É difícil ver-te tão de perto e sentir medo, ao menos que seja de dizer oi. Com toda sinceridade, não disse aqui praticamente nada do que pretendia dizer, ou ao menos um grão do que sinto - afinal, não é algo descritível - e seria completamente inútil tentar. Mas não importa... O mundo pode acabar, mas você vai continuar intacto, dentro de mim. Indestrutível, tanto quanto o meu amor por você.

3 compartilhamentos
Inserida por anyahtsilveira