João Paulo Pereira: 154. “Não escondo e sempre te digo o...

154. “Não escondo e sempre te digo o quanto me dói essas infinitas esperas, esses insaciáveis chamados que não vinham e quando pareciam vim nunca traziam nem a ... Frase de João Paulo Pereira.

154. “Não escondo e sempre te digo o quanto me dói essas infinitas esperas, esses insaciáveis chamados que não vinham e quando pareciam vim nunca traziam nem a pessoa e às vezes nem as palavras exatas. E acredita-me sempre me recriminava por estar sempre esperando que nada fosse como eu esperava, ainda que soubesse... a insegurança de mim tomava de conta.”

1 compartilhamento
Inserida por Joaopauloow