Janaina Cavallin: REJEIÇÃO A rejeição é uma dor...

REJEIÇÃO

A rejeição é uma dor imensa, invade o corpo, a alma, a vida e vai delimitando passos e definindo rumos. Se não houver uma reação positiva, esta experiência dolorosa toma conta do futuro, de todos os planos.

Estudos revelam que a dor é literal, sensorialmente dolorosa, como uma queimadura por exemplo. O que permite falar que a rejeição arde, dói e incomoda!. Além disso, outras pesquisas relatam que curar se de uma rejeição é como se livrar de um vício. E sejamos justos, se fosse fácil escapar, não se chamava vício. E a ajuda para superar esta fase? Boa pergunta.
Imagine que existem centenas de clínicas para reabilitação de dependentes químicos, mas nenhuma para a reabilitação de quem levou um fora.

As pessoas só fazem com a gente o que deixamos que façam. Não gosto de regras, mas esta frase anterior é um paradigma em minha vida. É claro que não podemos decidir as ações alheias. Estar conosco é uma escolha que cabe a cada um que cruza nosso caminho e é, de forma tácita ou não, convidado a permanecer nele. Uma vez que este alguém decidiu trilhar outra estrada sem você, e não antes de você persistir até a linha onde termina a tentativa e começa a humilhação, se faz necessário entender e aceitar que a história ganhou um ponto final involuntário. Mas a sua história pessoal continua, e como enfrentar a situação é que vai fazer toda a diferença.

Todo mundo tem o direito de escolher, assim como você, mas não é a escolha do outro que define quem você é. "Ele não me quis, sou um lixo" se fossemos determinar nossa existência pelos outros, estaríamos fadados a uma falácia afetiva sem fim. A auto-estima não pode ser abalada por uma rejeição, obviamente, ela é o calcanhar de Áquiles dos apaixonados. Assim, merece nossa atenção especial quando nos sentimos rejeitados.
Não há receita pronta e generalizada para as dores de amores, e nem é a pretensão deste singelo Blog indica-lá. Me basta alertar que é necessário socorrer seu ego após uma ruptura amorosa indesejada. Sabe aquela afirmação "sou mais eu", exatamente esta deve entoar no seu consciente, acreditando no seu próprio valor e lembrando que todo mundo, todo mundo mesmo, já levou o pé na região glútea pelo menos uma vez na vida.

A gente escolhe tudo por afinidade, comida, roupa, carro... mas paixão já é bem mais complicado. Difícil dizer com precisão o motivo pelo qual nos apaixonamos por esta ou por aquela pessoa. Portanto, não escolhemos de forma racional, a rejeição ocorre da mesma forma. Não houve uma escolha baseada em argumentos sólidos, mas um que sem fórmula que esfriou, as vezes nem chegou a esquentar, a relação.

Viva, solte-se, acredite que vai acontecer de novo, seja paixão, amor, atração. Um não te quis e foi embora. Outro esta procurando por você.
A vida gira, e nada é igual ao segundo passado. Perfeito, a palavra chave: PASSADO; passou, começa a viver o hoje se dando mais valor e amanhã, talvez, apareça alguém bem mais interessante.

Dance, cante, grite, escreva, leia, crie um blog, faça novos amigos, de um trato no visual, experimente novas comidas. Mas em nenhuma hipótese sinta se menos ou deixe de cuidar de você. Em algum ponto da estrada você vai olhar para trás e enxergar que tudo passou, por que isso posso afirmar, tudo passa!

Eu sou mais eu!!!!

3 compartilhamentos
Inserida por ZARACAV