Ismael Azevedo: Foi apagado sem borracha algumas...

Foi apagado sem borracha algumas passagens que fiz na vida, alguns caminhos e trilhas onde me aventurei, rios onde nadei e quase me afoguei, as cachoeiras onde me banhei foram as mais lindas, como o véu das mais belas noivas de maio, mas assim mesmo apagou-se. Critiquei meu coração quando ele fez isso, não entendo por que o fez escondido. Só não apagou o que doeu, e critique novamente por isso, porém com razão ele soube explicar, que quando quis apagar as feridas, as mágoas, as tristezas, ... lembrou-se que no fundo, elas foram as únicas que realmente me ensinaram e mesmo que quisesse apagar, elas não teriam fim, correria o risco de me ver cair nas mesmas armadilhas, nos rios das piranhas, nas cachoeiras de pedras pontiagudas, nas trilhas findadas em abismos e no caminho onde só haveriam as pedras e os espinhos. - E por que apagar tudo de bom coração?! : Para que você possa ser mais duro, menos emotivo, e perceber que mesmo nas piores das situações você foi capaz de aprender, e amadurecer, e as coisas boas só servem para ludibriar seus olhos e enganar a mim (coração), são verdadeiros guepardos, lindos, mas rápidos no bote e mortais no pescoço.

2 compartilhamentos
Inserida por MaelAzevedo