Paulo Sant'Ana: Tenho amigos que não sabem o quanto...

Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos Nem percebem o amor que lhes devoto E nem a absoluta necessidade que tenho deles. A amizade é um sentimento ... Frase de Paulo Sant'Ana.

Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos
Nem percebem o amor que lhes devoto
E nem a absoluta necessidade que tenho deles.
A amizade é um sentimento mais nobre que o amor,
Eis que permite que o objeto dela se divida em outros afetos,
Enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade.
Eu poderia suportar, embora não sem dor,
Que tivessem morrido todos os meus amores,
Mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!
Alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem.
E, às vezes, quando os procuro,
Noto que eles não têm noção de quanto me são necessários,
De como são indispensáveis…
Se um deles morrer, ficarei torto para um lado.
Se todos eles morrerem, eu desabo!
A gente não faz amigos, reconhece-os!

Nota: Versão adaptada de texto de Paulo Sant'Ana. Muitas vezes atribuída, de forma errônea, a Vinicius de Moraes.

2 compartilhamentos
Inserida por LEONARDOPAIVA