Ismael Azevedo: No bolso levo um gosto no outro uma...

No bolso levo um gosto no outro uma louca paixão, na mochila um amor perdido, na mala vai um corpo adormecido, no olho uma lágrima ressecada, no ouvido uma música mal cantada. E assim vou levando feliz na jornada de quem não pára, de quem não descansa, e um dia vai soltar o grito de felicidade que leva preso na garganta.

1 compartilhamento
Inserida por MaelAzevedo