Alanna Stefany: A música começou a tocar, e eu me...

A música começou a tocar, e eu me peguei pensando como foi que eu te ganhei. Lembro-me bem quando você pediu a minha mão, no momento apenas para segurá-la, enquanto a pobre da rua descalça levava toda a culpa pela minha maneira desajeitada. Eu pude sentir seu nervosismo, você tentava mostrar-se firme, mas, no entanto, era na minha mania de rir de tudo que você encontrava força. Eu me senti segura, como que toda alegria do mundo estivesse concentrada somente em mim e nada fosse o bastante para quebrar aquele encanto. Mas eu me esqueci de te avisar que as coisas não são eternas, meu amor, e que o caso da gente não era exceção. Eu fui ouvindo cada vez menos, e a creditar menos. Mas amor, você sabe, amor é uma coisa estranha. Talvez eu tivesse tudo, mas nem sempre isso se torna o bastante pelos reais princípios. E eu preferi tapar meus ouvidos, tapar meus olhos, tapar meu coração, tapar essa voz louca que tenta aprisionar-me a esse desejo tão equivocado que me fazia, além de tudo, te querer. Mas fazia, e a música acabou, juntamente com o meu amor.

1 compartilhamento
Inserida por alannastefany