Eduarda Morgado: Eu não sei quem esta errado, ou se há...

Eu não sei quem esta errado, ou se há algo errado. Eu so sei que essa hora sempre chega, tudo vira de pernas pro ar. Há algo tão forte me incomodando, que está tirando o meu sorrisso, uma infelicidade tão grande. Essa sensação de corpo vazio e coração machucado, que mesmo se eu ferisse minha pele com a mais afiada lâmina, ainda assim não amenizaria a dor que estou sentindo. Por onde eu olho eu vejo gente triste, se estragando, tentando fugir da realidade com entorpecentes, iludindo outras pessoas, se iludindo. Parece que nada é real no mundo real, todos querem fugir, eu quero fugir. O mais chato é chegar exatamente nesse pensamento e dizer ”Em quem eu confio agora?”. Você não pode confiar em si, não pode confiar em sua mãe, no seu pai, nos seus amigos. Nada é real, então pra onde você corre? Pra quem? Não tem quem, não tem onde. E você? O que você é pra si mesmo? Só um corpo pendurado por uma dorzinha infernal que te impede de dormir, de rir, de correr, de andar, te impede de viver. Ai você fica assim, jogado, esperando, isolado num canto.

1 compartilhamento
Inserida por dudamorgado