Paloma Garcez: Abalaram-se as estruturas, revogou-se a...

Abalaram-se as estruturas, revogou-se a dor.
Cessaram os passos descalsos sobre cacos de vidro. Estradas nunca antes percorridas me levam até meu jardim tanto procurado.
Sonhos enfim realizáveis acalentam meu coração, fazem-me sorrir à toa.
Seus abraços afastam-me dos sortilégios da vida.
Seus beijos me levam até um mundo de quimera por alguns instantes.
Seu olhar sisudo me faz confiar.
Nosso amor é tão similar, veraz. Tornamo-nos então apenas um. Sonata ao ápice do nosso amor. Ações antes julgadas tão simplórias,agora maravilham meus dias. Iluminam minhas estradas. Inicia-se então a nossa caminhada de pés descalsos sobre petálas de amor. Pode até parecer alogia, mas creia. Uma vida assim não é tão sibilina assim quanto muitos pensam e hão de pensar. Chegue mais perto dos céus. Qualquer coração sente. Eu sinto.
Alicerce recíproco,confiança mútua.
Apaixonante é estar assim tão junto à você. Venha então; e venha agora.
Me olhe, me fale, me pegue, me beije, me ame, me aceite. Por onde passo levo você aqui comigo. Paixão, paixão e mais paixão. Venha, não se vá tão cedo. Esqueça tudo. Feche os os olhos. Alcance os céus. Hoje seremos só nós. Apenas nós.
Eu e você.
Você meu pirata e eu sua sirena.

1 compartilhamento
Inserida por palomagarcez