Kamylla Cavalcanti: Tão boba...tão entregue...de olhos...

Tão boba...tão entregue...de olhos fechados eu me jogaria querido...bastasse você dizer 'vem' foi assim que me encontraste...inocente...no teu olhar só enxergava verdade...nas tuas palavras montei meu livro e foram tantas as páginas que elas preencheram...a minha história esqueci de contar,mas agora o que isso importa?
Me olho no espelho e não me reconheço... demorou mas aprendi...matei todos os meus sonhos...matei a mim...pelo menos o que fui...não me jogo mais amor...não me entrego mais porque a verdade que acreditei nunca existiu foi um castelo de areia que tua tempestade veio destruir...não existe realidade em nada que vivi, pois tuas palavras foram fantasias...a sórdida brincadeira que inocentemente participei e acho que até hoje participo...inconscientemente mas participo. Já não existe flores...do meu jardim não cuido mais e não quero cuidar pois o teu perfume ainda o sinto...quero evitá-lo...Da menina doce que conheceste foi isso que sobrou...não olhe pra trás...não tente achá-la em algum lugar ela morreu...morreu em minha dor...morreu em meu desespero quando vi que era tudo mentira...tudo uma mera diversão...por enquanto prefiro acreditar que ninguém passa em nossas vidas em vão... e tudo que provavelmente você foi destinado a me ensinar eu aprendi...entre lágrimas e gritos ' já não suporto mais' aprendi...

1 compartilhamento
Inserida por kamylla23