Ludmila Tavares Arruda: Quero Cura. O que pensar quando é...

Quero Cura.

O que pensar quando é imensa a decepção
quando tudo que fora idealizado é mentira, é borrão.
O que falar pra você mesma agora
nada há de falar, pegue tudo e vá embora.

Começar de novo é assustador
não existe plano B para o amor
Esquecer quando se quer lembrar
do beijo, da boca, do abraço, seu ar!

Já não me importo em me perder
pois tudo é nada sem você
até lutei, tentei por fim
mas nada tira seu eu de mim.

E a minha flauta sopra tua falta
Seu perfume, sua voz agora salta
A ausência é a essência da tortura
não machuca, mata! Quero cura!

1 compartilhamento
Inserida por srtamia