Bruno Bueno Requena: Eu tenho me esforçado constantemente...

Eu tenho me esforçado constantemente para que as coisas melhorem, só que existem fatores que não dependem de mim. Todos tem seus limites, suas predileções, idéias, pontos de vista, é que em algumas situações, precisamos deixar de lado nossas vontades para que tudo se equilibre. As vezes os sentimentos se confundem e se chocam com a real situação, a cena acontece, em pleno improviso, isso exige de nossa maturidade e experiência, do controle sobre a mente. Há de haver respeito, muita observação, sim, prestar atenção nos sinais e necessidades que a cena nos exige, é tudo muito difícil, pois deixar de lado aquilo que queremos para que aconteça a atuação perfeita, e duro. Os sentimentos exercem grande peso nessas situações, pois equilibrar a razão com o que se sente é algo complicado, difícil para mim, meu equilíbrio não foi atingido, o que sinto começou a me escapar, quando conheci...
...Capta essa outra coisa que quero dizer, interprete as entrelinhas, é difícil eu sei, mais para mim é insuportável, compreendo o que você é, pois percebo, mesmo que sem querer aquilo que você é, e isso me assusta, expressei-me muitas vezes erroneamente, a sua visão míope, impede o entendimento daquilo que não se entende, meu coração está ferido...
...O amor é lindo, mais machuca imensamente quando desrespeitado, tido como um nada, pois a pessoa que ama é frágil, mesmo que esse sentimento seja forte e imenso, nos deixa frágil. Porque ages assim? Tu pegaste a espada e me feriu, fingiu não haver sangue no tapete, as feridas estão abertas, estou, estou te perdendo e tu estás me perdendo também, só que não te importa a perda, pois não lhe é importante, mais para mim só resta as lagrimas que percorrem meu semblante triste, e tudo se encaminha para um final triste, aquilo que outrora pensei ser lindo, que eu pensava não ter fim, este sentimento que deveria ser eterno, é assassinado por suas palavras e ações. Feriste-me profundamente, não sei mais o que fazer, só me resta deixar o rio da vida correr e esperar que deságüe, assim terei noção de quão fundo eis, espero que me de pé, pois neste lago de tristezas não saberei nadar, tu não notaras que me afogo. Triste fim que se aproxima...

1 compartilhamento
Inserida por brunobuenorequena