Aline Mariz: Dentro de você Dizem por aí que o amor...

Dentro de você


Dizem por aí que o amor é imprevisível. Bem, eu não acho que seja lá muito verdade, afinal, eu sei quando é que ele chega em nossas vidas: quando a gente menos espera. Imprevisível foi você, que apareceu sem mais nem menos na minha frente, num desses dias cinzas - no céu e dentro de mim -, transparecendo mil e um jeitos. Eu sabia que você era estranho. Deve ter sido por isso que comecei a gostar de você; eu gosto de gente doida. Que mais eu pude fazer? Só te olhar, te ver sorrir, ouvir suas histórias... Deixar encantar-me por você.

O tempo passou tão rápido pra nós: voou, correu, pulou os dias. Dizemos muito, mas tudo parece ser tão pouco. És de uma vasta alma, cheia de segredos e lugares nunca alcançados.

Me aproximo bem devagar, de close em close, que é pra você nem sentir. Você diz que te conheço pouco, que você muda muito, que nunca ninguém vai conseguir te entender por inteiro... Mas você esquece que tão mutável quanto você é, eu também sou. É bom que seja assim, bem lentamente. Eu sei que inda consigo me encaixar em você, lá dentro mesmo, bem escondida, e quando você notar... Bem, aí eu já terei me gravado em você, como uma tatuagem, que nunca mais e de jeito nenhum poderá sair. Porque é que você tem que lutar tanto? Seria tão mais fácil se me deixasse entrar, se já deixasse a porta ou até mesmo a janela aberta... Só me deixa te mimar, assim, sem pressa... Eu sei que um dia vou ter que deixá-lo ir.

Mesmo quando eu tiver que ir, não se esqueça do que me ouviu dizer... Sentimentos só mudam de um para outro, nunca mudam a si próprios. Amor não muda, principalmente o nosso; e esse sim, será igual por muito tempo. O quanto me importei e o que eu senti, será permanentemente equalizado na voz do meu coração...

Calmamente, um lírio virá a florescer em você a cada primavera interior. Eu sei que você vai lembrar de mim, do momento em que nos conhecemos naquela floricultura. E assim, talvez você perceba que eu nunca vou deixá-lo ir.

1 compartilhamento
Inserida por alinemariz