Janine Lamenha: Hoje eu acordei com algo novo. Algo que...

Hoje eu acordei com algo novo. Algo que eu não consigo explicar. Eu lembro quando não tinha a quem dar o meu primeiro sorriso do dia, então eu me lembrava do espelho. Ele sempre estava alí. Diferente da maioria, ele sempre retribuia os sentimentos que nele depositava. Tudo refletia, tudo reconhecia, e o mais engraçado de tudo é que a sua profundidade consiste em ele ser vazio... oco. E mesmo quebrado em mil pedacinhos ele ainda reflete alguma coisa em você. Dependendo, até em maior número. O espelho não mente pra gente. Não engana. Ele diz se a gente está realmente bonita. Não precisa pestanejar. De vez em quando até conseguimos convence-lo. Quem nunca correu pra ele e repitiu cem vezes: Eu vou conseguir, ou então: Isso não vai ficar assim. E realmente não ficou? A gente deveria se acostumar a esse hábito: apreciar a nossa imagem sem querer discutir com ela. Não deixar que o nosso 'complexo de inferioridade' nos faça perder noites e noites de sono à procura de respostas para medos ridículos, muitas vezes inexistentes. Parar de olhar e ter dúvida. Você vai conseguir, e isso não vai ficar assim. Não precisa afrontar o pobre do espelho por isso não mulher, afronte a si própria! Nós precisamos entender que quanto mais nos afastamos do espelho, menor a gente fica. Mas se você se der ao luxo de conversar com a mulher do outro lado, tudo fica mais fácil. E um belo dia você vai acordar assim, como eu. Com algo novo, uma sensação sem explicação. Hoje, depois de muito tempo, eu acordei e não me olhei no espelho. Eu não precisei confirmar se eu era bonita. Eu acordei tendo certeza.

2 compartilhamentos
Inserida por JanineLamenha