Eduarda Morgado: Olha como o céu está bonito hoje, eu...

Olha como o céu está bonito hoje, eu lembro de cada detalhe do seu rosto. É um toque tão leve, a brisa me levando para um novo sonho. EU imagino você aqui do meu lado, sinto seu perfume e ele é mais doce do que uma avalhance de morangos. Estou flutuando em memórias perdidas e seus olhos estão me guiando, como numa música. Sinto o ritmo de quando você estava aqui, seu toque tão quente queima meu sorriso e ele se torna tão bobo. Amor, eu te pedir pra ficar, mesmo sabendo que você tinha que ir para casa. Vou continuar aqui esperando e guardando seu lugar nessa sombra. Essa brisa foi feita para nós dois.


Você não precisa sentir medo do escuro, pois toda escuridão precisa de uma luz para existir, assim como minha voz precisa da sua boca, e meus olhos precisam da sua presença.


Não contenha seus sonhos perto de mim porque nossos sonhos sustentam nosso mundo.


Essa noite você não vai poder domir sozinho, porque eu simplesmente não quero. Deite aqui do lado e bote seu rosto perto do meu e sinta eu embriagando cada parte do seu corpo com risadas, conversas, sorrisos. Eu sei que temos que temos ir para casa, mas eu não quero ir pra casa essa noite. Meu coração pode ser nossa moradia, mesmo sabendo que ela não poderá nos salvar de todos os terremotos insanos e trovoadas barulhentas, mas ele te guardará, nos guardará, e sustentará cada felicidade nossa.

3 compartilhamentos
Inserida por dudamorgado