Beca Moreno: vidrada Eu, areia, passei por tantas...

vidrada Eu, areia, passei por tantas mãos sempre a escapar por entre os dedos. Você ofertando todo seu calor me fez vidro, por suas mãos fui modelada um pote de... Frase de Beca Moreno.

vidrada

Eu, areia, passei por tantas mãos sempre a escapar por entre os dedos.
Você ofertando todo seu calor me fez vidro,
por suas mãos fui modelada um pote de esperanças,
e preenchido com deliciosas recordações.
Então esfriou, me pediu para endurecer, e depois me quebrou:
nem areia, que voa livremente.
nem vidro firme e íntegro,
apenas recordações espalhadas e feridas por
e s t i l h a ç o s d e e s p e r a n ç a . . .

1 compartilhamento
Inserida por becamoreno