Danuza Macedo: Encontrei uma nota escrita em junho de...

Encontrei uma nota escrita em junho de 2011.
Tantas coisas vividas de lá pra cá, tantas alegrias, novidades, amigos, viagens, aprendizagem, que achei que a mesma nota cabe nesse momento.
Então a reproduzo com a mesma emoção vivida naquela época.

“DEUS me dê sempre discernimento para mesmo ao caminhar nas nuvens, saber separar o certo do errado, o bem do mal.
Pai, não me deixe passar por cima de ninguém, não me deixe invadir a vida e a privacidade dos que amo, porque se amo, tal fato, torna-se desnecessário...
DEUS não me deixe fazer ninguém sofrer.
Faça-me sempre Amiga, presente, principalmente quando de mim necessitarem, sem fronteiras.
DEUS, me faça compreender o positivo de uma relação que por algum motivo já se foi, mas que certamente deixou a grata sensação, que saberei transformar sempre em alegria e prazer e quando senti-la, um sorriso involuntário surgirá, talvez meus olhos brilhem molhados de saudades, na certeza que que “tudo vale a pena, quando a alma não é pequena”, que nada foi em vão e que nada será como antes.
Obrigada Senhor por todos os dias, pela minha família, pelo amanhecer e anoitecer de cada um deles.
Obrigada Senhor pelos Amigos que coloca em meu caminho, físicos, invisíveis, espirituais, virtuais, independente do período que permaneçam, eles sempre serão uma lição de vida.
Obrigada meu Pai, pelo sol, pela lua, pelo Amor, pela minha força e batalha para Eu ser, um ser melhor.
Obrigada meu Pai”.

Inserida por danuzamacedo