Ministério pãodiário: Uma celebração séria Se nos...

Uma celebração séria

Se nos julgássemos, não seríamos julgados. - 1 Coríntios 11:31

Um clube exclusivo em Nova York recusou a adesão a um homem porque ele era judeu. Um ministro que pertencia ao clube denunciou isso em seu púlpito como "moralmente repreensível". Ondas de choque ondularam pelos corredores, porque muitos membros da igreja pertenciam a esse clube. O pastor então acrescentou: “Qualquer um que tenha de alguma forma - por pensamento, palavra ou ação - aceito esta ação não é bem-vindo para receber a Santa Comunhão até que tenha trabalhado sua própria paz com Deus”.

O pastor tinha apoio bíblico para sua insistência de que ninguém deveria vir à mesa do Senhor com pecado não confessado. Em 1 Coríntios 11, o apóstolo Paulo confrontou alguns membros da igreja que precisavam reconhecer suas atitudes egoístas e divisivas e confessá-los como pecado (v.18,21). Ele pediu que fizessem uma pausa para um sério auto-exame antes de participar da alegre celebração do perdão completo que Jesus assegurou a nós por Sua morte sacrificial.

O princípio ainda se aplica hoje. Qualquer coisa que tenha chegado entre nós e nosso Salvador deve ser identificada e confessada antes de participarmos da Ceia do Senhor. O pão e a taça dão novo significado ao perdão que nos é assegurado pelo sangue derramado de nosso Salvador.

Proibida Senhor, que eu me glorie,
Salve na morte de Cristo, meu Deus;
Todas as coisas vãs que mais me encantam -
eu as sacrifico para o Seu sangue. —Watts

Antes de vir à mesa do Senhor, certifique-se de ter um coração limpo. Dennis J. DeHaan

Inserida por 2019paodiario