Ministério pãodiário: Furos do prego Eu disse: "Eu...

Furos do prego

Eu disse: "Eu confessarei minhas transgressões ao Senhor", e você perdoou a iniqüidade do meu pecado. - Salmo 32: 5

Todo pecado carrega um preço. Suas conseqüências podem variar de menores a grandes, mas o projeto sempre é devido. Alguém sempre paga.

Há uma história sobre um menino cujo pai bateu um prego na porta do celeiro toda vez que o menino fez algo errado. Logo havia muitos pregos. Então, um dia, o menino aceitou a Cristo como Salvador e começou a viver para Ele. Para impressionar seu filho a maravilha de ser perdoado, o pai o levou para o celeiro e tirou todos os pregos da porta. "Isso é o que significa ter todos os seus pecados perdoados", disse ele. "Eles se foram para sempre."

O menino ficou profundamente impressionado. Então, olhando para a porta, ele perguntou: “Mas, pai, como posso me livrar dos buracos?” “Sinto muito”, disse o pai, “mas eles permanecerão”.

O salmista Davi pagou caro por cometer adultério com Bate-Seba e por planejar a morte do marido para encobrir seu pecado. A culpa minou sua força (Sl 32: 3-4). Embora tenha confessado seu pecado e Deus “removido o prego”, Davi levou consigo uma profunda tristeza (2Sm 12: 15-17). Mas isso não lhe roubou a bem-aventurança do perdão.

Mesmo que tenhamos que viver com as conseqüências do pecado, nós que confiamos em Cristo como o sacrifício pelos nossos pecados podemos nos regozijar em Seu completo perdão.

Quão abençoado é aquele cuja transgressão
foi livremente perdoado,
Cujo pecado está totalmente coberto
Antes da vista do céu. —Salter

Embora Deus cure as feridas do pecado, cicatrizes podem permanecer. Dennis J. DeHaan

Inserida por 2019paodiario