Ministério pãodiário: A Palavra Negligenciada de Deus A...

A Palavra Negligenciada de Deus

A palavra que ouviram não os aproveitou, não sendo misturada com fé naqueles que a ouviram. - Hebreus 4: 2

Poucos pensadores nos últimos tempos exerceram uma influência tão penetrante quanto Sigmund Freud. Embora ele alegasse ser ateu, ele continuamente especulou sobre questões religiosas como se subconscientemente fosse assombrado pelo Deus a quem ele negava.

Quando Freud completou 35 anos, seu pai lhe enviou a cópia das Escrituras Hebraicas que ele havia dado a ele quando ele era menino. Sigmund lera e estudara esse livro, pelo menos por um tempo.

Fechado naquela cópia desgastada das Escrituras havia uma nota do mais velho Freud lembrando a seu filho que “o Espírito do Senhor começou a mover-se e falou dentro de você: 'Vá ler no Meu Livro que eu escrevi e lá se romperá para você as fontes de entendimento, conhecimento e sabedoria '”.

Seu pai expressou a esperança de que Sigmund pudesse, como homem maduro, mais uma vez ler e obedecer à lei de Deus. Não temos evidência, no entanto, de que Freud tenha levado a sério a exortação de seu pai. Quão diferente sua vida e influência poderiam ter sido se ele tivesse!

E nós? Nós deixamos de lado a Bíblia que uma vez lemos e estudamos? Não é tarde demais para encontrar uma nova sabedoria nesse antigo livro. Sim, e ainda mais importante, não é tarde demais para começar a acreditar e obedecer à Palavra de Deus.

Grande Deus, com admiração e com louvor
Em todas as Tuas obras eu olho!
Mas ainda Tua sabedoria, poder e graça
brilham em Teu Livro. —Watts

Deus não abrirá a porta da sabedoria para aquele que mantém sua Bíblia fechada. Vernon Grounds

Inserida por 2019paodiario