Carlos Alexandre C. Pereira: Amor platônico. Talvez o mais cruel...

Amor platônico. Talvez o mais cruel deles seja aquele que esteja sempre ao alcance de um olhar. Talvez seja um castigo necessário, que a mente pague todos os di... Frase de Carlos Alexandre C. Pereira.

Amor platônico.
Talvez o mais cruel deles seja aquele que esteja sempre ao alcance de um olhar.
Talvez seja um castigo necessário, que a mente pague todos os dias, só para que um coração bobo possa se inocentar.
Um olhar com o mesmo desejo de sempre, as almas se reconhecem, apenas nasceram em lugares diferentes.
Um brinquedo caro que uma criança gostaria de ter, o menino pobre que enche os olhos olhando a vitrine, pois sabe que por mais que possa quere-la, o que está ali, está tão perto, mas jamais poderá tê-la.
Se o homem sofre com amor platônico, o poeta versa tal sentimento retraído.
E assim acontece o amor, nem sempre no lugar certo, mas sempre se tornando perfeito, mesmo que platônico, mas quando recíproco é reconhecido.

1 compartilhamento
Inserida por Solrac28