Emilly Raquel P Fernandes: ENTRE LINHAS Aquele olhar insensante de...

ENTRE LINHAS

Aquele olhar insensante
de olhos penetrantes
não sei se verdes, não sei se mel
Mas sei que quando olho, acalma pois me sinto no céu.

Aquela voz grave
Um som que pertuba a mente e ao mesmo tempo acalma a alma.
A palavra CALMA ecoa em meus ouvidos, talvez de tanto ouvir sua doce voz nos meus dias agitados
Cantarola lindas canções que alegra meu coração, afirmo e concordo que bom gosto.

Aquele abraço casa
Me parece até clichê escrever sobre isso, mas é verídico.
Sua altura tão proporcional ao abraço me faz escutar suas batidas, assim transmitindo sua energia.
Abraço esse que arranca muitas palavras no silêncio.

Suas mãos,, ah suas mãos...
Que tanto já passearam meu corpo em pensamento, desde o pescoço até a ponta do pé.
Deslizaram pois como num violão que este tú dominas.
Suas mãos grandes e fortes transmitem proteção e cuidado.

Ah, passaria por várias linhas e falaria de cada detalhe seu.
Mas como pode ter tanto a falar sem ao menos estar perto.
Eu te digo que por trás da tela do celular, fones de ouvido e uma boa imaginação, já vivemos muito.

1 compartilhamento
Inserida por RaquelFernandes1