Luciano Calazans: O AMOR DA TERRA Se o eu não reclamar...

O AMOR DA TERRA


Se o eu não reclamar
Soltar a minha voz
Tá claro...sou culpado
Sou mais um a ver
O seu azul morrer
Seu verde rarear
É claro! Sou culpado!

Sou só um "mano", vendo
O futuro derreter e sangrar
Em minhas mãos
Vendo, o cheiro
Da algoz em vários nós
Espalhada pelo chão .(mar)

Eu quero é viver!
Não quero guerra com o planeta
Terra
Eu quero mergulhar
Boiar num mar azul de eras
Terra...Somos inquilinos

A poderosa mãe
Sempre a nos perdoar
Com o doce do rio
Cascatas, imensidão azul

O solo fértil ou não
Motivos de canção
Que ecoam no divino que há nos corações

Amor! Venha!
Seja a nossa redenção
Nossos filhos estão crescendo

Ventres, ventos
Pedem mais um bilhão
Clamam mais uma canção

Queremos renascer!
Queremos recriar a terra!
Queremos mergulhar
Voar no azul do céu de eras
Mãe terra..

Somos inquilinos
Somos os meninos
Somos as crianças
Somos as florestas
Somos oceanos

Somos a esperança!
O Amor da Terra.

Luciano Calazans. 29/07/2017

1 compartilhamento
Inserida por Maestroazul