Bruno Sousa, poeta: Por vezes sinto falta do meu pai Sempre...

Por vezes sinto falta do meu pai Sempre valente e determinado Um dia, também eu serei lembrado O saudosismo vem e depois vai As folhas platinadas vão caindo Na ... Frase de Bruno Sousa, poeta.

Por vezes sinto falta do meu pai
Sempre valente e determinado
Um dia, também eu serei lembrado
O saudosismo vem e depois vai

As folhas platinadas vão caindo
Na gélida manhã do terno outono
Que me arrefece a alma e dá sono
E as minhas memórias vou sentindo

1 compartilhamento
Inserida por bruno1011