Jorge Tolim: A lágrima cai, o nó na garganta se...

A lágrima cai, o nó na garganta se faz; A esperança quase se perde, a fé fica abalada; O sol do otimismo vai se pondo, o brilho ofusca; O terror da noite chega ... Frase de Jorge Tolim.

A lágrima cai, o nó na garganta se faz;
A esperança quase se perde, a fé fica abalada;
O sol do otimismo vai se pondo, o brilho ofusca;
O terror da noite chega acompanhado de incertezas.
A decepção foi inevitável a beira do abismo se vê!

Mas sabe, não há hoje sem amanhã;
Não há noite sem dia;
Não haverá escuridão que o sol do amanhã não desfaça!
A tristeza terá um fim, porque a alegria vem chegando;
A cavalo no vento que sopra a tristeza e restaura a fé!

1 compartilhamento
Inserida por JorgeTolim