Lilian Teodoro: Eu me vi perdida entre o passado e o...

Eu me vi perdida entre o passado e o futuro
Num presente flutuante
Com perfume de lagrimas
E sabor de magoas
Mais eu não me importava
Ja não sentia a dor de não sentir mais
Pois as correntes faziam parte da minha carne
Preparada com armadura de papel
Protegida do amor que queria sentir
Não precisou de muito , pra derrubar a nuvem embaixo dos meus péis que me fazia flutuar
O amor chegou e eu tinha razão
Terrível amor como a espada que atravessa meu corpo
Doce amor que faz minha alma brilhar
Não posso encontrar palavras pra descrever
o poeta se vê perdido em suas palavras
Não se pode explicar o amor
É algo que se sente
Então não espere um poema não consigo descrever em palavras oque sinto, quando te toco, quando te beijo, quando meu olhar entra em seus olhos, seus dedos cruzam os meus
Quando teu abraço me aquece
Haaaa seu abraço
Como queria ser o tempo
Nessa madrugada e poder parar um segundo na eternidade
Em meu pensamento enquanto te abraçava eu dizia me leva daqui amor
Vamos pra um mundo só nosso onde nada é proibido
Onde eu não precise de ar dês de que vc seja o meu
Onde suas mãos segure as minhas e eu nunca mais precise chorar
Onde teu calor aqueça meu corpo em noites frias
E sua voz seja a minha musica
Eu sonhei
fui oque  desejei ser a vida toda
Por mais medo que eu tinha de ser eu
E me sinto sorrindo
Vc conhece o mais sóbrio da minha alma
E ainda sim decidio me amar
Há homem doce com alma de menino valente
Os brilhos dos teus olhos serão luzes para o meu caminho
Enquanto eu respirar
Eu não te perdi hoje
Pois te terei pra sempre
Meus segredos não são mais só meus
Nem meu coração de pedra que insiste em bater
Obrigado meu amor eu poderia dizer que vc é tudo mais ficaria clichê
Eu poderia pedir não me deixa nunca mais seria egoismo
Eu prefiro dizer eu amo você.

1 compartilhamento
Inserida por Lilian21133