Marco Antonio B. Monteiro: O Caos reina dentro do meu ser Toda...

O Caos reina dentro do meu ser
Toda destruição de mim está prestes acontecer
Explodindo como uma bomba sendo jogada no campo inimigo
Não me chame de seu amigo
Vejo o mundo ao meu redor
Onde as pessoas só conhecem a dor
Mas, me pergunto, onde está o amor?

Cabeças, pernas e braços voando
Tenho medo de sair caminhando
Por este vasto mundo onde a dor reina
O ódio que é multiplicado tão rápido quanto doença
Uma dor que só tem fim com propina
Dessa doença sempre vem uma sentença
Por favor, mais urotropina!

Vejo pessoas gritando pelas ruas
Caídas com medo sem saber pra onde correr
Não tente me enganar com suas falcatruas
A quem aqueles que sentem dor iram recorrer?
Como uma bomba iraquiana
As pessoas veem o caos dentro de mim como uma lei draconiana
Tenho medo que irá acontecer, vamos juntos correr.

Como um gladiador
Lutando em uma arena onde só há dor
Morrer não é uma maldição
É só mais uma tradição
Queria ver um mundo onde houvesse amor
Mas quem escutará o meu clamor?
Queria ver pelo menos uma vez essa afeição.

Caos que reina por esse mundo
Todos estão imundos
Preferem viver sobre a dor
Do que se dispor a sentir amor
Pessoas que só vivem no azamor
Toda destruição de mim está prestes acontecer
O Caos reina dentro do meu ser.

1 compartilhamento
Inserida por MarcoBmonteiro