Silvia Cfiop: O tempo decide... sim, o tempo o tempo...

O tempo decide...
sim, o tempo
o tempo que você gasta a cada instante que respira.
Esse tempo está traçando a cada instante um pontinho a mais na direção do seu amanhã.
Quando você pode olhar o traço e conscientemente ajustar o trajeto é mais fácil ter uma linha bonita, sem deixar marcas no papel.
Alguns deixam o traço por si e, quando percebem, não há traço, somente um ponto no lugar em que tudo ficou travado...
sim, as vezes o tempo insiste em não deslizar e os desavisados não impulsionam o movimento.
Às vezes, deixamos propositalmente o traço estanque...
nesse caso, uma decisão pensada cujo ponto poderá parecer como um buraco, de tanta pressão no local; um vácuo, de tão leve que o marcamos, ou, nem sequer ser percebido como diferente, se conduzido com mãos hábeis.
Mas o tempo é conduzido? Sim. Somos condutores do tempo, quer percebamos ou não. E o pior, ele é finito e possui uma embalagem inviolável na qual é impossível enxergar seu conteúdo. Aliás, embora alguns dizem que sentem o "peso dos anos", quando você tenta sentir na embalagem do tempo quanto já foi gasto, percebe sua outra característica: não há matéria para ser pesada, medida, sentida, vista ou fotografada.
O tempo é a vida ausente de matéria.

1 compartilhamento
Inserida por SILVIAIOP