Djonatan S. Oliveira: No momento em que se esta lá, com...

No momento em que se esta lá, com aquela pessoa, você para, olha o passado e pensa, imagina como teria sido, como teria acontecido.
Olhando nos olhos dela, mergulhe em sua essência, em sua alma, pois ninguém tem o que se precisa para conhece-la, para descobri-la, para decifrar todos os detalhes que ela não mostra, ninguém tem esse olhar afiado, que percorre-a por inteiro procurando as mudanças que a vida fez, olhando os realces que ali ficaram.
Ao raiar do dia, pensando no que esta acontecendo e no que aconteceu, pergunto-me porque o medo de arriscar, respondo-me prontamente, medo sim, desistir jamais. Fito então o teto, as paredes, o céu azul deste dia tão bonito e desejo você aqui, comigo. Acalentando-me assim, em minha decisão de persistir, em meu querer bem, em minha escolha de amar esta, que me faz sentir-se como uma criança, cheio de alegria, rindo atoa, feliz de verdade.
E quando lembro do seu sorriso, aquele real sorriso de felicidade, de querer estar ali, me alegra a alma, me deixa extasiado de felicidade, pois sei que não estou vendo coisas, sei que não é só eu que quero retomar de onde paramos, e continuar a partir da felicidade que cultivamos, sinto que não é só eu que amo.
E é neste momento que as mãos soam, a garganta seca e as palavras faltam, é neste momento que se descobre ser insuficiente os caracteres de um dicionário, as frase sensatas somem, a voz recusa-se a sair e só o que se pode fazer é beijar, abraçar, e claro olhar a alegria um nos olhos do outro, e quando as primeiras palavras saem, o silencio se pronuncia, tudo se aquieta para não escapar nada aos ouvidos, são elas, as tres palavrinhas que só o coraçao ousa pronunciar, Eu Te Amo.

1 compartilhamento
Inserida por dj0natan