Amor de Mãe, amor de fêmea. Amor do... Heidi Georg

Amor de Mãe, amor de fêmea. Amor do qual nenhum macho será capaz de provar. Amor de leoa, de loba, de elefanta, amor de vaca, amor de cachorra, amor de gata. Amor extraterrestre, intergaláctico, amor ultradimensional. Amor patenteado por Deus para encorajar quem escolheu para si a difícil tarefa de procriar. Amor que defende debaixo da terra, no fundo do poço, no meio do mar. Amor que cozinha, que ferve, que espuma, amor que transborda. Amor que atravessa a avenida sem olhar, e sai ileso! Amor que se joga da ponte e nada, que cai da janela e flutua. Amor que amamenta no peito, na mamadeira, na colher, no conta-gotas, da forma que der. Amor que costura, que remenda. Que das próprias tripas faz um coração ainda maior. Amor que não importa como nem a que preço, compra. E paga! Amor que se não tem jeito, cria um jeito e resolve. Amor que sempre encontra um caminho. Amor que dá uma volta em torno de si mesmo e volta com a resposta. Amor que se reinventa e vai! Amor que ensina, amor que dá o exemplo. Amor que educa, que mostra, que cobra, que chora, que abraça, que sofre. Amor que ama da forma mais exata e mais sublime de se amar. Amor sabedoria que nada quer em troca. Amor que escolheu estar aqui, e cumprir a difícil tarefa de amar. Amor que se puder vai embora deixando tudo pronto, como sempre, sem incomodar.

1 compartilhamento
Inserida por heidigeorg