Islene Souza: Passos para o amor Passos cautelosos...

Passos para o amor

Passos cautelosos
Medo de chorar
Insegurança que aflige
O coração que quer amar
Uma entrega mais ou menos
Um abraço que distrai
Amor de qualquer jeito
E a vida se desfaz
Passos dados
Passos lentos
E os dias vão passando
Quando menos se espera
A turbulência emociona
Destroçado o amigo
Já não tem como lutar
Não adianta camuflar
O que faz questão de não calar
Não adianta ergueirar-se
Coração quer amar
Deixe a duvida de lado
Já não há por que zarpar
Entrega o que não é mais seu
Pare de se blindar
Deixe a couraça de lado
Permitá-se viver
É momento de sorrir
Não pense em chorar
Viva o amor que hoje é seu
Não pare para pensar
Agradeça , vedes eis um sortudo,
Que fale o coração
Não temas o por vir
Abrace , ame , a vida está aí
Desarme-se
Permita seu coração ser contente
A vida acontece agora.



Poesia de
Islene Souza
Enviado por Islene Souza em 08/08/2016
Reeditado em 08/08/2016
Código do texto: T5722139
Classificação de conteúdo: seguro

1 compartilhamento
Inserida por ISLENESOUZA