Jonatas Rocha Meinhof: Eu sei o que me resta, se for julgado...

Eu sei o que me resta, se for julgado pela humanidade estarei condenado pelo resto da minha vida, mais se meu advogado vier da minha verdadeira essência de ser humano serei absorvido. A justiça existe e é muito complexa, o ser humano aponta nossos defeitos, assim eles esconde os seus, condenando seus próprios semelhantes eles disfarçam suas façanhas.
Pela minha sinceridade fui condenado, e muitos nunca irão acreditar naquilo que sigo.
Isto não me importa mais, não quero popularidade, nem ser o melhor, já me enganei demais, acreditei que poderia ser mais, que poderia mais e que faria melhor, e vi que não importa o quanto você faça o melhor, você simplesmente será aquilo que te idealizaram .
Assim é essa tal de sociedade, que espera aquilo que ela não pode ser capaz e se remoem por dentro quando ver outros simplesmente estreando sua nova carreira sem preconceitos e dores passadas, aquela pessoa liberta de tudo aquilo que viveu e se distanciou, daquilo que falaram que eram pra seguir.
Seguimos assim, cada um com seu preconceito, idealizamos melhoras e as melhoras surgem de nós mesmos, preciso sim de conselhos, mais não levarei minha vida pelas opiniões, serei e viverei tudo que sonhei, independente do que é sonhar, cada qual com o seu, serei feliz com o que me resta e não com um conto de fadas que me subjugo está dentro.

J.R.M 21/06/2014

1 compartilhamento
Inserida por meinhof