Lorena Queiróz: "Talvez eu não tenha me recuperado...

"Talvez eu não tenha me recuperado cem por cento, talvez ainda exista em mim um pouco da insegurança que te motivou a tomar certas decisões. Eu nunca disse que era completamente bem resolvida e certa das minhas ideias e planos, eu sempre disse e provei o contrário. A cada instante um medo e uma coragem nova nascem dentro de mim, e eu não posso obrigar ninguém a aceitar isso e conviver com isso. Tanto é que no dia em que você não aguentou mais, eu não insisti, te deixei ir livre e sem culpa. Até porque fiz valer aquilo que havia dito no início de nós: "Se um dia você concluir que não dá, por favor não me empurre com a barriga, seja sincero e diga-me o seu adeus, eu vou entender, não precisa se preocupar se isso me deixar triste. O que eu não quero é ver seu sorriso sendo forçado para gerar o meu, quero ver você feliz sempre, ainda que não ao meu lado, porque eu te amo demais." E bem... foi isso que houve, eu não te causava mais o mesmo bem, a mesma sensação gostosa de me acompanhar na vida. Hoje, em outro quadro, tenho a mesma ideia: liberdade pra ficar, e ousadia pra ir embora. Só que, acrescida de algo que aprendi: Ousadia mesmo é querer ficar, mesmo sabendo que um dia o coração que ofereceu abrigo, pode te deixar na chuva."

1 compartilhamento
Inserida por nadanovo